Covezi Caminhões Iveco

Blog

Dicas para dirigir seu caminhão em cada via brasileira

O principal meio para o transporte de pessoas e cargas no Brasil é o modal rodoviário. O resultado disso é uma malha rodoviária que corta o país de norte a sul com extensa capilaridade, porém com pouca homogeneidade. Diante disso, torna-se necessário conhecer os tipos de trecho, rodovia e rua para dirigir seu caminhão de forma adequada.

Cada via brasileira possui uma peculiaridade que exige alguma coisa do seu veículo para cumprir as viagens com segurança. Pensando nisso, listamos as principais demandas e recomendações para os tipos de vias brasileiras mais comuns.

IMPORTÂNCIA DE ESCOLHER O CAMINHÃO IDEAL PARA O SEU NEGÓCIO

Os diferentes tipos e condições das vias brasileiras impactam diretamente nos veículos e no baú do caminhão que transporta a carga. Dessa forma, é necessário entender o que cada bruto oferece para que você possa atravessar os trechos sem riscos de quebras e tombamentos.

COMO DIRIGIR SEU CAMINHÃO EM CADA VIA

● Vias pavimentadas de mão única

São vias lisas e bem pavimentadas, que demandam atenção extra do condutor, principalmente em relação à velocidade, para evitar multas e acidentes.

Entrar na curva com velocidade acima da recomendada pode ocasionar falta de balanceamento e fazer o caminhão sair da trajetória, o que pode provocar o tombamento do baú do caminhão.

● Vias pavimentadas com mãos duplas

Assim como as estradas de mão única, as vias pavimentadas de mão dupla podem gerar grande desgaste ao motorista. Afinal, é preciso ficar de olho nos demais motoristas, incluindo os que estão no sentido contrário e os que realizam ultrapassagens sem as condições adequadas.

Nessas condições, é ideal respeitar a velocidade limite, a distância do veículo à frente e os pontos de ultrapassagem, além de manter a manutenção em dia.

Em trechos com curva, é necessário redobrar a atenção e diminuir a velocidade constantemente.

● Vias com serra

Em trechos de terra é essencial redobrar os cuidados expostos para vias de mão única ou dupla. Afinal, a inclinação do terreno e a presença de curvas exigem grande capacidade para evitar acidentes.

Outro ponto muito importante é verificar o peso, a amarração e o condicionamento da carga para evitar que o carregamento se solte durante o trajeto. Além disso, se o objetivo é subir e descer as serras, o caminhão deve estar com o sistema de arrefecimento, a embreagem e as correias funcionando adequadamente para que o bruto não perca força nem estabilidade na subida e seja possível controlar a velocidade nas descidas.

● Estradas de terra

Nesse tipo de via, muito comum no interior do Brasil, o caminhoneiro deve prestar bastante atenção na composição do terreno. Ou seja, quanto mais terra ele soltar, menor será a aderência e a capacidade de tração, o que dificulta a condução.

Já em trechos com lama, a recomendação é conferir a existência de pedras e buracos que possam danificar o veículo.

Evite levar cargas muito pesadas e tente manter a velocidade adequada e constante, sem mudar a trajetória repentinamente.

● Vias esburacadas

Vias esburacadas, asfaltadas ou não, podem provocar diversos problemas, como:

● Desgaste dos pneus;
● Danos a componentes, como freio, alinhamento e à suspensão;
● Baú de caminhão danificado;
● Carga desprendida ou danificada.

A recomendação é atravessar os trechos com buraco devagar e com cuidado para não correr riscos.

Gostou dessas dicas? Então compartilhe esse conteúdo com seus colegas e continue de olho em nossas dicas no Instagram e no blog.

Outros Artigos

Fale com um de nossos consultores ou nos envie uma mensagem:

    Precisando
    de ajuda?

    Seja para comprar um veículo, peças, ou mesmo agendar algum serviço, nossa equipe estará sempre pronta para atende-lo(a)!

    Agende o serviço para o seu veículo pesado Iveco

    Agende o serviço e garanta mais disponibilidade do seu veículo.

    Agendar Serviço